vale-a-pena-montar-um-restaurante-vegetariano

Vale a pena montar um restaurante vegetariano?

Você está pensando em empreender e quer descobrir se vale a pena montar um restaurante vegetariano? Pois saiba que essa não é uma dúvida somente sua: dezenas de empreendedores buscam a resposta para essa pergunta diariamente, afinal é preciso obter o máximo de informações possível antes de dar o primeiro passo.

E para isso você veio ao lugar certo: nesse artigo vamos te falar tudo o que você precisa saber a respeito, dessa forma poderá transformar seu sonho em realidade sem medo.

Vamos lá?

Dicas para descobrir se vale a pena montar um restaurante vegetariano

Acreditamos que a melhor forma de te levar a descobrir se vale a pena montar um restaurante vegetariano considerando a SUA realidade é te dando algumas dicas a respeito. E também algumas informações importantes sobre esse mercado.

Você sabia, por exemplo, que:

  • 14% dos brasileiros dizem ser vegetarianos;
  • Essa porcentagem representa um crescimento de 75% de vegetarianos no país entre 2012 e 2018;
  • Isso representa quase 30 milhões de pessoas no Brasil que não consomem carne.

Esses dados, relacionados a uma pesquisa do IBOPE cujos resultados foram publicados em 2018, estão juntos a muitos outros no site da Sociedade Vegetariana Brasileira, portal fundamental para quem precisa entender mais sobre o vegetarianismo no país.

Juntas, todas essas informações mostram uma coisa: que é um mercado em plena expansão e que não irá parar de crescer tão cedo. Considerando isso podemos dizer que sim, vale a pena montar um restaurante vegetariano, mas para isso é preciso que você siga algumas dicas, como dissemos no início desse tópico.

As principais são:

ANALISE SE ESSE TIPO DE RESTAURANTE COMBINA COM O SEU PERFIL

Pode ser que você não seja vegetariano e queira empreender com esse tipo de alimentação, o que não chega a ser nenhum problema. Mas se seu perfil for mais “intolerante”, essa ideia pode ir por terra antes mesmo de sair do papel.

Imagine um cenário no qual o cliente faz perguntas a respeito do prato e você responde sem paciência e sem mostrar o mínimo interesse pelo assunto. Agora imagine a impressão que isso pode causar. Então, para evitar que questões desse tipo surjam, primeiro analise se possui perfil para administrar um restaurante desse tipo.

ANALISE ATÉ ONDE ESTÁ DISPOSTO A IR PARA MANTER SEU NEGÓCIO

Muitos vegetarianos buscam restaurantes que não produzem nada a base de carne não só para encontrarem uma boa refeição, mas também para terem um local onde podem encontrar pessoas com gostos e ideais similares.

E justamente por isso não é raro encontrar estabelecimentos desse nicho que promovem eventos voltados ao assunto, como forma de mostrarem que não se interessam apenas em vender comida, mas também defender uma causa.

Se você estiver disposto a também agir dessa forma, visando não somente o lucro, MESMO QUE NÃO SEJA VEGETARIANO, certamente alcançará o sucesso mais rápido. Não deixa de ser um grande diferencial a seu favor e uma maneira de atrair e fidelizar clientes.

PESQUISE SEU PÚBLICO-ALVO

E, por falar em clientes, é importante entender alguns pontos: mesmo em número cada vez maior, os vegetarianos ainda podem representar uma parcela pequena da população da sua cidade, por exemplo. Por outro lado, esse tende a ser um público com bom poder aquisitivo.

Nesse caso ainda vale a pena abrir um restaurante vegetariano, mas faça uma pesquisa criteriosa, principalmente em relação à receptividade que um negócio desse tipo teria na região em que você pretende atuar. Não esqueça também de outros pontos básicos que devem ser definidos sobre seu público, como faixa etária, poder de compra e tudo o que envolve a criação de uma persona.

São apenas 3 dicas, que quando colocadas em prática no início do projeto trarão ainda mais chances para que ele dê certo, mas aí vai uma dica extra: não confunda montar um restaurante vegetariano com montar um restaurante vegano. Afinal, como se diz popularmente, “cada coisa é uma coisa”.

Enquanto o vegetarianismo é contra apenas o consumo de carne, o veganismo é uma causa que vai além, formada por pessoas que não consumem nenhum tipo de produto que tenha o mínimo de origem animal.

E é por isso que por vezes vemos roupas, cosméticos e inúmeros outros produtos intitulados como veganos: não se trata apenas de deixar de comer carne, ovos e derivados de leite, mas sim de evitar toda uma indústria que utiliza os animais de alguma forma. É um mercado que também está se expandindo.

Cuidando da montagem em si

Agora você já descobriu que vale a pena montar um restaurante vegetariano, então é hora de começar seu plano de negócios para que seu empreendimento saia do papel “com o pé direito”.

Aliás, um dos primeiros passos já foi mencionado na dica acima, que é estudar ao máximo seu público-alvo e a certeza de que terá chances de manter a casa sempre com clientes.

Mas ainda há muito o que fazer:

Cada uma dessas etapas deve ser feita com o máximo de atenção e, embora possam parecer muito trabalhosas, se tornam mais fáceis quando você adquire ao menos o mínimo de conhecimento no assunto.

Como o tema desse artigo é justamente COMEÇAR algo, afinal você quer saber se vale a pena montar um restaurante vegetariano, temos um material para te indicar e que te colocará a par de todos os assuntos que um empreendedor iniciante desse meio precisa saber: o ebook O Segredo dos Restaurantes de Sucesso.

Ele foi pensado justamente para quem está no início e precisa de informações básicas para não cometer nenhum erro, abordando todos os itens que citamos acima e muitos outros.

Você pode ter acesso a ele clicando no link acima, mas se tiver qualquer dúvida, seja sobre esse material ou sobre os negócios voltados para alimentação, pode entrar em contato clicando aqui.

ebook-7ingredientesdosucesso

Vale a pena montar um restaurante vegetariano?
5 (100%) 1 vote

error: Conteúdo Protegido!